Empresas investirão US$ 1 trilhão em pagamentos móveis até 2015

Segredo do sucesso' pode estar na combinação com Big Data.' Há alguns anos o setor financeiro foi o principal agente no pagamento de bens e serviços, mas o cenário tem mudado, e segundo uma pesquisa divulgada pela KPMG mais de US$ 1 trilhão será investido em soluções de pagamentos móveis até 2015.

O grupo GFT endereça esses investimentos ao uso da tecnologia móvel, como carteiras móveis, cartões virtuais e soluções em aplicativos de pagamento, e a chegada de novos players, provedores de serviços móveis e comerciantes virtuais, tem forçado o setor financeiro a se movimentar. A companhia recomenda que os bancos acompanhem de perto a evolução e trabalhem em conjunto com operadoras de telefonia móvel para atender às necessidades dos clientes.

Para os bancos, as melhores oportunidades surgirão da combinação pagamentos móveis e Big Data. “As informações disponíveis, como os dados sobre os clientes, poderiam ser analisadas em tempo real e usadas para fornecer recomendações imediatas”, afirma o comunicado oficial.

Nesse contexto, as instituições devem apostar em parcerias que permitem o desenvolvimento de novos negócios. “Os provedores de serviços financeiros precisam pensar fora da caixa e estar atentos para encontrar os parceiros de varejo e desenvolvimento corretos. Soluções de pagamento móvel têm mais impacto e podem abrir portas para oportunidades de negócios muito maiores”, ressalta a diretora de operações da companhia, Marika Lulay.

Marika Lulay também afirma que o mercado de pagamento móvel internacional tem crescido rapidamente. “Pensar em estratégia de mobile banking tornou-se um imperativo de negócio para os bancos, e o tema deve estar no centro dessa proposta”.