Existe vírus para Facebook

Quem pensa que os vírus estão ligados somente aos sites maliciosos, está enganado. As redes sociais também entraram nessa dança, e o Facebook e Twitter não são exceção.

Com o crescimento do número de usuários nas redes, essas páginas se tornaram grandes atrativos para os hackers, pois aglomeram muitas pessoas no mesmo local. Os interesses dessas pessoas em transmitir bytes malvados são dos, variados, podendo ser prazer pessoal, ganhar dinheiro ou desestabilizar a rede, entre outros.

 A forma de contaminação pode ocorrer de diversas maneiras, veja as principais:

 - Clicando em links que incitam a curiosidade. Os criadores de pragas apelam justamente para o pronto fraco de muita gente, a curiosidade: “veja mais” “, “você recebeu uma mensagem” “vamos conversar”. Todos esses links são armadilhas para transferir porcarias para o seu computador. Não caia nessa.

- Tudo bem que existem promoções que sorteiam prêmios dentro de fora da internet, mas quando a esmola é demais o santo desconfia. Se você se deparar com mensagens como “Parabéns, você é o visitante 999.999” ou “você foi premiado”, nem pense em clicar e cair na traquitana. Esteja ligado apenas em sorteios de empresas confiáveis.

 - Mesmo que a pessoa seja seu amigo, desconfie. Todos os usuários das redes sociais estão sujeitos a essas porcarias virtuais, como você. Por isso, se algum companheiro de rede enviar algo que você não pediu, ou recados sobre assuntos desconhecidos, confirme com ele antes de clicar.

 Mas se mesmo seguindo as recomendações, o pior acontecer, e o computador acabar fisgado pelos vírus, existem algumas saídas para resolver o problema. Comece excluindo o cachê de todos os navegadores e fazendo uma limpeza no PC. Em seguida invista nos antivírus e em programas específicos para o extermínio de pragas virtuais.