Vírus sequestrador exige pagamento!

Não você não leu errado! É isso mesmo, um novo vírus descoberto, "sequestra" dados do seu computador e mantêm os arquivos reféns até o pagamento de uma taxa que varia de US$100 a USS$700!

Esse novo vírus recebeu o nome de Crypto Locker, também chamado de "vírus do resgate", depois de infectado o usuário tem cerca de 100 horas para pagar a taxa.

O Crypto Locker ataque empresas de portes variados, e é disseminado por meio de emails (como arquivos .JPEG, .PDF ou como arquivos do Microsoft Office) cujos remetentes parecem acima de qualquer suspeita - bancos, correios, empresas de renome ou instituições de ensino. Ele está sendo considerado um dos mais perigosos para Windows, pois quando o link é aberto, o computador é infectado e o vírus bloqueia todos os arquivos até que o resgate seja pago.

Uma boa forma de se prevenir é realizar backups regulares e possuir regras quanto a abertura de emails e downloads de arquivos anexos por parte dos funcionários. Para empresas que contam com assistência de TI Terceirizada, uma boa opção são os serviços de gerenciamento remoto em nuvem, que já contam com anti-vírus, sistemas de backup e atualização de sistemas pré-programados. Abaixo quatro dicas para você se prevenir:

Faça backup periodicamente - pastas, documentos, imagens, etc...

Evite abrir links de remetentes desconhecidos, caso recebe um link de um remetente conhecido procure verificar se aquele remetente realmente lhe encaminhou algum arquivo.

Procure uma boa solução de anti-vírus para sua máquina e a mantenha sempre atualizada. Sugestões: Avast Anti-vírus e 'eScan Anti-vírus.

Mantenha documentos importantes salvos em mais de um local, uma boa dica é possuir arquivos salvos em nuvem, uma boa solução de backup em nuvem é a Armada.

Fonte: Olhar Digital